Diário de viagem: Roma, Itália – 2º dia

Depois de uma noite bem dormida e um bom descanso, nosso dia em Roma começou bem melhor do que o anterior. Acordamos e já partimos em direção ao Coliseu, uma caminhada de mais ou menos 15 minutos do nosso hotel. Chegando lá, paramos para tomar café da manhã em frente à atração e como eu já tinha lido em alguns lugares (aqui por exemplo), o café da manhã italiano é tradicionalmente doce e como eu respeito tradições, entrei na onda e pedi um donut com sorvete de creme e um chocolate quente. Coisa linda e delicioso!

O And foi de croissant de limão e suco de laranja, que ele também adorou. Aqui, em geral, o suco é feito com uma laranja vermelha que eu não conhecia, além de lindo, o suco fica delicioso, já que essa laranja é menos ácida e mais doce.

Itália - Roma - Café da manhã

Itália - Roma - Café da manhã

Itália - Roma - Café da manhã

Café tomado, era hora de entrar no Coliseu e ver o palco de batalhas milenares de perto. Imaginar que uma estrutura daquela foi construída a quase 2.000 anos é surreal demais. Além do tamanho, imponência e beleza do Coliseu, a construção foi feita com tecnologias que usamos até hoje. Ficamos mais ou menos 2 horas por lá e partimos para o Foro Palatino e Romano, passando antes pelo Arco de Constantino, ao lado do Coliseu, este com mais de 2.000 anos, construído em 312 a.C.

Roma - Itália - Coliseu

Roma - Itália - Arco de Constantino

O Foro Romano e Palatino, apesar de não ser tão conservado, afinal, são ruínas, também impressiona. Ao final do passeio pelo Foro Romano, chega-se ao Arco de Tito, que também é enorme e cheio de esculturas, um super trabalho de arte.

Saindo de lá, estávamos indo em busca de um restaurante para almoçar, mas no caminho aproveitamos para passar de novo pelo monumento Vottorio Emannuel e entrar nele. Por dentro, o prédio é de uma beleza singular e proporciona uma vista mais alta da cidade.
Também dá para subir no nível mais alto do monumento, mas custa 7 euros, passamos essa, mas se alguém já foi, conta aqui nos comentários se vale a pena!

monumento Vottorio Emannuel
Imagem de dentro do monumento Vottorio Emannuel

Bom, depois dessa maratona, entramos em um restaurante ali perto (Castelino) onde pedi um Espagueti com camarão, tomate e abobrinha que estava ok. Já o And pediu uma lasanha, que provei e morri de inveja, estava MUITOOO boa! Para completar, ainda pedimos uma porção de batatas fritas.

Itália - Lasanha

Itália - Pasta

Depois deste almoço trabalhado no carbo, foi hora de ver o Pantheon é mais uma vez fiquei embasbacado com o que vi. Além de o pé direito ser muito alto, a abobada é perfeita e ele é todo rodeado por estátuas. O meio do teto é aberto para entrar luz.

Saindo do Pantheon, demos de cara com uma placa escrita gelato e não teve jeito, paramos para mais um no Café Negresco. Desta vez eu escolhi limão e panacota e o And manteve a mesma escolha do seu primeiro: limão e morango. E mais uma vez a Itália nos mostrou que manja dos paranauê quando o assunto é sorvete. Nota 10!

Roma - Itália - Pantheon
Pantheon
Gelatto - Itália - Roma
Quem liga se está 2ºC? Eu quero é gelatto!

Nesse meio tempo percebemos que minha mochila estava com uma das alças quase rasgando e partimos para a Via Del Corso para procurar por outra. Achada uma mochila, ainda passamos pela Piazza de Spagna e fizemos um pit stop no Mc Donalds, não por fome, mas por causa da chuva que tinha apertado. Mas me surpreendi quando entramos e demos de cara com uma vitrine cheia de doces e cafés sendo preparados na hora. É claro que não resisti, comi um tiramissu que estava muito bom e o And foi de brioche com pedaços de chocolate dentro que ele também aprovou.

Mc Cafe - Itália

Mc Cafe - Itália

Mc Cafe - Itália

Com a chuva mais amena, viemos para “casa”, tomamos um banho e saímos para jantar, como já estávamos bem cansados e o dia seguinte seria puxado também, fomos a um bistrô ao lado do hotel, o Roberto’s. Uma ótima surpresa, aliás, restaurante ótimo, do serviço, local à comida. Eu pedi um espagueti a La carbonara e o And foi de espagueti à bolonhesa, devidamente acompanhados de vinho rosé da casa. Foi um jantar delicioso em todos os sentidos!

Wesley - Receitas que amo

Depois foi hotel, banho e cama, para aproveitar o próximo dia de Itália, que seria dedicado ao Vaticano!

Dica: para visitar o Coliseu e Foro Romano e Palatino, usamos o Roma Pass, o que nos ajudou a furar uma boa fila e ainda nos serviu para usar o transporte público sem desembolsar mais euros. Ahh, o Roma Pass também nos deu gratuidade para visitar o Castelo Sant’Angelo, mas falo dele amanhã!

Neste link tem mais sobre a viagem!



Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *