Diário de viagem: Pisa, Itália – 8º dia

O dia de ir a Pisa começou cedo! Pegamos o trem das 9h30 na estação Santa Maria Novella em Florença e chegamos na estação Pisa Centrale às 10h40, o trajeto é bem rápido e a passagem custou EUR 8, compramos na hora mesmo sem problemas.

Chegando na estação, decidimos ir caminhando até o complexo onde fica a torre para conhecer um pouco da cidade. Como estava um dia lindo, sem uma nuvem no céu e relativamente quente (10ºC), foi uma caminhada de 20 minutos (1,3km) super gostosa de fazer. A cidade tem bem aquele clima do resto da Itália, com ruelas e bequinhos antigos e charmosos.



Booking.com

A torre de Pisa fica em um complexo com o Duomo de Pisa e o batistério da cidade e como chegamos por uma das laterais, já demos de cara com a torre. Eu fiquei boquiaberto com o quanto que ela é torta, é claro que ela é famosa exatamente por isso, mas eu achava que ela tinha apenas uma leve inclinação, mas não, ela é muito, MUITO torta! Aquilo sim é um milagre da engenharia. Mas além de torta ela também é linda, apesar de não ser tão alta.

Torre de Pisa

Torre de Pisa

Torre de Pisa

Tiramos milhões de fotos dela, do Duomo – que também merece bastante atenção por ser uma belíssima construção – e do batistério que estava aberto à visitação, mas preferimos não entrar.

Pisa - Panoramica
Clique na imagem para ampliar

Batistério - Pisa

Duomo - Pisa

Por volta de 15h saímos de lá para pegar o trem e voltar para Florença e acabamos almoçando no Mc Donalds da estação mesmo. Mais ou menos 16h30 estavam de volta a Florença e queríamos ir à Galeria Uffizzi, onde está o quadro de Boticceli, o Nascimento de Vênus, mas como a galeria não abre às segundas, decidimos dar mais uma volta tranquila por esta cidade encantadora.

Um pouco depois voltamos para casa para tomar banho e saímos para nosso último jantar em Florença, fomos ao Lorenzo de Medici, onde pedi a tradicional e famosa Bistecca alla Fiorentina acompanhada de batatas ao forno e salada, além de Risoto de Funghi. O And pediu risoto alla fiorentina (arroz, molho bolonhesa e ervilhas). Tudo regado a bom vinho rosé!
O jantar foi realmente saboroso e agradável, uma pena já estar indo embora de Florença.

Jantar - Florença

Depois de jantar caminhamos até a ponte Vecchio e comprei um gelatto de coco no caminho, tomei meu sorvete tranquilamente olhando o rio Arno da ponte Vecchio, outro momento cheio de beleza e poesia. Esta cidade já entrou para a minha lista de lugares preferidos no mundo.

Amanhã será dia de ir para Verona e de lá conhecer Milao, Veneza e Garda.

Neste link tem mais sobre a viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *